Trabalho

Trabalho do 1.º Escalão

Escola EB1 do Viso (Figueira da Foz) (Figueira da Foz)

Memória descritiva
A “Árvore da Saúde” foi construída com a participação de todas as turmas, professores e assistentes operacionais da Escola EB1 de Viso, Figueira da Foz. A escolha deste nome para a árvore deve-se aos frutos que compõem os sumos da Compal, ao leite das embalagens Tetra Pak utilizadas e à nossa dieta mediterrânea.
Na sequência do diálogo sobre os alimentos saudáveis, onde se incluem os frutos e o leite, relevou-se a sua importância principalmente para o nosso coração. Aí colocou-se a hipótese de construir uma “Árvore do Coração” e para isso a sua copa teria essa forma. Espalmaram-se as embalagens que se colaram umas às outras de forma a obtivermos uma grande folha onde marcamos um coração. Repetimos a operação e construímos três grandes corações de embalagens tetra pak nos quais recortámos corações mais pequenos. Montámos os corações de forma cruzada com a ajuda de uma estrutura de alumínio à qual agarrámos com fita-cola. Enfiamos um tubo central numa base para chapéus-de-sol.
O tronco da árvore foi construído com embalagens de leite Matinal ligadas por um arame. Para fazer os frutos utilizaram-se unicamente embalagens de sumo Compal que se recortaram e cruzaram de forma a terem volume, o seu interior foi pintado com cores quentes. Pendurámos estes frutos no interior dos pequenos corações recortados na copa da árvore.
Desenhámos, recortámos e pintámos arabescos, tão tradicionais na nossa arte, tanto na ourivesaria como nos azulejos. Nalguns enfeites, utilizámos uma tinta dourada para simbolizar o nosso precioso azeite e que colamos no tronco da árvore. Demarcámos todos os corações da copa com tinta verde e também fizemos arabescos com essa cor na copa que simbolizam os produtos hortícolas da nossa alimentação.
A nossa “Árvore da saúde” representa o melhor da alimentação mediterrânea, muita fruta, grande variedade de legumes regados com um excelente azeite e leite que é um alimento completo, tornando-se essencial para o crescimento e fortalecimento dos ossos.
A árvore foi construída no interior do ginásio e exposta à comunidade escolar no Dia da Terra, 22 de Abril. No entanto vai ser colocada no exterior da escola, no telheiro, no Dia da Reciclagem, 17 de Maio, juntamente com trabalhos realizados neste âmbito. Fará ainda parte da exposição do final de ano juntamente com todos os trabalhos referentes à Eco-Escola no Dia do Ambiente, 5 de Junho.

A Coordenadora
Teresa Guedes


Leave a Reply