Trabalho

Trabalho do 2.º Escalão

Escola Básica do Viso (Viseu) (Viseu)

A adesão ao Programa Eco-Escolas foi, desde o início, motivada pela forte convicção de que sensibilizar para a preservação do meio ambiente conduz à formação de cidadãos responsáveis, preparados para uma participação crítica e ativa na sociedade a que pertencem, e desperta a consciencialização para a tomada de atitudes rumo a um desenvolvimento sustentável, que tão celeremente urge atingir.
Foram os alunos do Clube Eco-Escolas, que semanalmente tem vindo a desenvolver diversos projetos inseridos nas temáticas propostas, que se propuseram a participar no concurso “Sim, criar uma árvore dá frutos”. Este clube conta com a participação de um grupo de doze alunos de várias turmas do 7º, 8º e 9º ano e é supervisionado/coordenado pela professora Maria João Ferreira, tendo ainda a colaboração da professora Maria Cristina Félix.
Foi com este mesmo espírito que, de forma entusiástica, o nosso clube aderiu ao desafio que nos foi lançado, “Sim, vamos criar uma árvore”. Decidimos pela construção de uma maquete de grandes dimensões, representativa de uma árvore, em que além das embalagens Tetra Pak, apenas se utilizou cola. Para o efeito, empregámos embalagens Tetra Pak de diferentes marcas de leite na construção da base, tronco, ramos e folhas e embalagens Tetra Pak Compal 1L na construção dos frutos tridimensionais que os alunos desenharam, recortaram e aplicaram, obedecendo assim aos critérios predeterminados pelo projeto. Foram depois elaboradas frases alusivas à defesa do ambiente e escritas na parte interior das embalagens e coladas na base, tronco e ramos.
No decurso da concretização deste projeto, foi feito o registo fotográfico das várias etapas da construção da maquete, enviadas, conforme o regulamento estipulado.
É nosso propósito proceder à exposição da “árvore Tetra Pak” durante a primeira semana de junho, num espaço destacável da escola, assinalando simbolicamente a comemoração do “Dia Mundial do Ambiente”.
Com enorme satisfação, registamos a forma empolgante como os alunos se envolveram durante todas as fases do projeto e a atitude de expetativa relativamente à obtenção do produto final e ao seu impacto sobre a comunidade escolar. De igual modo gratificante, foi a colaboração interpares, as aprendizagens desenvolvidas e o contributo prestado na formação cívica destes jovens, bem como a mensagem que será passada a todos os restantes elementos da comunidade educativa, ficando assim cumprido o objetivo que traçámos quando aderimos ao Programa Eco-Escolas.


Leave a Reply